Brasil é o segundo maior alvo de crimes cibernéticos na América Latina

Soluções em Tecnologia em São Luís, MA

Brasil é o segundo maior alvo de crimes cibernéticos na América Latina

Publicado em: 19/02/2024 às 12:48   Por Ragnatela

No total, foram cerca de 103,1 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos no Brasil apenas em 2022, aumento de 16% em comparação com 2021

Brasil é o segundo país mais impactado por crimes cibernéticos na América Latina. As informações constam em uma pesquisa realizada pela empresa de segurança Fortinet. Segundo os dados, foram cerca de 103,1 bilhões de tentativas de ataques apenas em 2022.

O número representa um crescimento de 16% se comparado com 2021, quando foram R$ 88,5 bilhões em ataques cibernéticos no período de 12 meses.

"Este número crescente de investidas digitais sofridas faz do país um dos principais alvos de ciberataques no mundo e o principal na América do Sul, ficando na frente de países como a Colômbia (20 bilhões) e Peru (15,4 bilhões). Na América Latina, o Brasil é o segundo país com maior número de tentativas de ataques cibernéticos em 2022, superado apenas pelo México, que registrou cerca de 187 bilhões no período."

Fortinet, empresa de segurança responsável pelo levantamento

 

Brasil está na mira dos cibercriminosos

  • Segundo especialistas, com o avanço da tecnologia e a popularização dos serviços bancários pela internet e celular, além do uso maior de criptomoedas, a segurança dos dados tornou-se uma preocupação ainda maior.

  • Um relatório recente da Kaspersky apontou que o Brasil é o país mais afetado por golpes financeiros na América Latina, seguido por México, Peru e Colômbia.

  • Somos também o maior alvo de ataques de malware, com 1.554 tentativas por minuto ou 65% de todos os bloqueios na região.

  • Da mesma forma, o “phishing” é praticado mais vezes no nosso país, que é seguido pelo Equador.

 

Tentativas de fraude de identidade

Em outro ponto, os brasileiros estão sofrendo cada vez mais tentativas de fraude de identidade. De acordo com Indicador de Tentativas de Fraude da Serasa Experian, os cidadãos do país foram submetidos a quase 4 milhões de tentativas de fraude de identidade em 2022. Isso representa uma vítima a cada 9 segundos. Embora haja uma queda de 7,3% em relação ao ano anterior, o número ainda é preocupante.

No total, o Brasil sofreu 3.879.869 ataques digitais de identidade em 2022. Metade das tentativas de fraude ocorridas no país em 2022 foram registradas em apenas três estados: São Paulo (31%); Rio de Janeiro (11%) e Minas Gerais (9%).

Por outro lado, uma pesquisa da Check Point Research (CPR) apontou que a média global de ataques cibernéticos contra organizações teve um crescimento de 7% no primeiro trimestre de 2023, quando comparado com o mesmo período no ano passado. Enquanto cada organização recebeu 1.248 ataques semanais neste ano, os dados apontavam aproximadamente 1.160 investidas digitais entre janeiro e março de 2022.

Ainda segundo o levantamento, a Argentina registrou o maior aumento (22%) no número de ataques cibernéticos no primeiro trimestre de 2023. O Brasil, apesar de ser um alvo constante dos hackers, praticamente manteve o número de organizações atacadas semanalmente: 1.593. As informações são da Exame.

Dicas para não cair em golpes

  • Nunca compartilhar senhas e informações pessoais por e-mail, mensagem ou telefone;

  • Verifique se a financeira é confiável e autorizada pelo Banco Central;

  • Verificar a autenticidade das mensagens e chamadas, conferindo o número de telefone ou endereço de e-mail do remetente;

  • Manter o software antivírus atualizado;

  • Não clicar em links suspeitos ou baixar arquivos de origem desconhecida.


#Brasil #CrimesCibernéticos #SegurançaCibernética #AméricaLatina #Cibersegurança #Tecnologia #Notícias #SegurançaOnline #CrimeDigital

Categorias


Salvamos dados da sua visita para melhorar e personalizar sua experiência aqui na Solutudo. Ao continuar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.