Café Tesouro

Indústrias

Indústrias em Botucatu, SP

Café Tesouro em Botucatu, SP

  Site Oficial

  facebook

  instagram

  Fale c/ a empresa

 Pedir orçamento

  Reportar erro

  WhatsApp

Empresa verificada

Café Tesouro

Indústrias
(014)3882-1517 • (014)99771-1517
Rua Palleologe Guimarães, 931 - VilaPaulista (Esquina com a Avenida Deputado Dante Delmanto) - CEP 18608-520 - Botucatu/SP
rafael@cafetesouro.com.br

Formas de pagamento

Fale com a empresa

Entre em contato direto com a empresa, clique no botão abaixo e envie sua mensagem.

Fale com a empresa aqui

Descrição

Em Janeiro de 1926, o Sr. João Spenciere, escriturário, moço de altos ideais, teve a feliz ideia de montar em Botucatu, uma torrefação de café. Seria na época, em toda a região de Botucatu, a primeira empresa instalada com a finalidade de industrializar o café e entregá-lo pronto para o consumo. Isso em época que todo lar possuía um torrador de BOLA ou CILINDRO e um moinho manual para a torra e a preparação ou moagem do grão para consumo. Era uma verdadeira aventura, um pulo no escuro, e a indústria que nascia já encontrava pela frente o fantasma do costume tradicional de consumir somente o café preparado em casa. Cheio de coragem, João Spenciere se dirigiu a Capital, indo até a empresa Cia. Lilla de Máquinas, onde adquiriu um moinho para café por 500$000 (quinhentos mil réis), para pagamento em dez parcelas, de cinqüenta mil réis cada. Precisava ainda das embalagens para poder vender o produto, e para tanto foi até a Rua São Caetano, em São Paulo Capital, onde um seu amigo era estabelecido com uma tipografia, e encomendou então suas primeiras embalagens, e essas embalagens que levaram o nome do moinho adquirido como marca do café, já vieram com a marca Tesouro, porém naquela época escrita com TH - THESOURO. Voltando a Botucatu, deu início ao novo ramo de atividade, tendo seu estabelecimento a Rua Amando de Barros, n° 965, onde mais tarde instalou a casa de colocação de vidros “Vidroplano” que foi administrada por muito tempo por Carlos Mores. A industria iniciada por João Spenciere, passou pelas mãos de outros proprietários, até que 22 anos mais tarde, ou mais precisamente em Janeiro de 1948, o Sr. Palleóloge Guimarães a adquiriu do Sr Joaquim Reis, fazendo a girar sob a denominação de P.Guimarães, mas sempre com a marca TESOURO. O negócio prosperou e em 16 de Abril de 1961, o Sr. Palleóloge Guimarães, modificou a estrutura da firma, fazendo sociedade com seus filhos, passando a indústria a girar sob a denominação de P. Guimarães & Filhos Ltda. Em Março de 1967 faleceu o Sr. Palleóloge Guimarães, passando a firma a girar com a denominação de CAFÉ TESOURO LTDA, sendo seus proprietários e diretores os Srs. Augusto Guimarães, Celso Marques Guimarães e Paulo Guimarães. Essa tradicional empresa que conta várias décadas de atividades em Botucatu, mantém um dos mais modernos sistemas de industrialização do café torrado e ou moído e que é empacotado sem o menor contato manual, e por essa razão já ultrapassou as fronteiras de nosso município, e continuando a expandir atende as seguintes localidades: Areiópolis, Anhembi, Avaré, Anhumas, Barra Bonita, Botucatu, Bofete, Conchas, Cesário Lange, Itatinga, Igaraçu do Tiête, Juquiratiba, Laranjal Paulista, Lençóis Paulista, Macatuba, Maristela, Pereiras, Pratânea, Pederneiras, Pirambóia, Porangaba, Pardinho, São Manuel, Torre Pedra, Guareí. Com o crescimento da indústria, foi necessário adquirir novos equipamentos, e de tecnologia moderna a fim de atender a demanda que aumentava a cada dia, e dar continuidade da boa qualidade do produto. Nesta época, entre 1970 e 1975, a indústria estava instalada à Rua Curuzu, 483, no centro da cidade, que também prosperava muito, e aí começaram ocorrer alguns problemas, pois estávamos instalados no centro da cidade, e a fumaça e o barulho estavam incomodando a população. A partir daí a diretoria da empresa começou a procurar local para se construir uma nova indústria, com as instalações apropriadas. A prefeitura local na época determinou que da Vila Paulista até a Rod.Mal. Rondom passaria a ser área industrial do município, consequentemente foi adquirido o terreno para a construção da indústria nessa área. E assim feito, no início de 1975, inaugurou-se as novas instalações, à Rua Palleóloge Guimarães n° 931, Vila Paulista, com os mais modernos equipamentos de torração e moagem de café da época. A industria continuou a prosperar, pois sempre manteve seu padrão de qualidade, que faz com que seu crescimento gradativamente venha a aumentar, e a superar as crises econômicas que nosso país vem passando, os problemas de intempéries causando danos à produção nas lavouras de café crú, e outros problemas, mas houve um problema que não conseguiu superar, que foi a perda de um de seus sócios, Sr. Paulo Guimarães, que veio a falecer, vítima de acidente automobilistico, na Rod. Mal.Rondon, em 29 de Abril de 1985. Assumindo assim seu único filho Sr. Pedro Paulo Pires de Campos Guimarães. Esse novo integrante da sociedade, deixou sua profissão, a de médico veterinário, para se dedicar ao negócio café, e fez cursos para degustação e classificação, se especializando assim em compras de café crú, a matéria prima da indústria, criou e organizou laboratório para provas de café crú, e vem até nossos dias realizando compras e mantendo o padrão de qualidade do produto. A empresa funciona em uma área construída de aproximadamente de 2000m², incluindo escritório de administração e área de lazer para seus funcionários.

Em Janeiro de 1926, o Sr. João Spenciere, escriturário, moço de altos ideais, teve a feliz ideia de montar em Botucatu, uma torrefação de café. Seria na época, em toda a região de Botucatu, a primeira empresa instalada com a finalidade de industrializar o café e entregá-lo pronto para o consumo. Isso em época que todo lar possuía um torrador de BOLA ou CILINDRO e um moinho manual para a torra e a preparação ou moagem do grão para consumo. Era uma verdadeira aventura, um pulo no escuro, e a indústria que nascia já encontrava pela frente o fantasma do costume tradicional de consumir somente o café preparado em casa. Cheio de coragem, João Spenciere se dirigiu a Capital, indo até a empresa Cia. Lilla de Máquinas, onde adquiriu um moinho para café por 500$000 (quinhentos mil réis), para pagamento em dez parcelas, de cinqüenta mil réis cada. Precisava ainda das embalagens para poder vender o produto, e para tanto foi até a Rua São Caetano, em São Paulo Capital, onde um seu amigo era estabelecido com uma tipografia, e encomendou então suas primeiras embalagens, e essas embalagens que levaram o nome do moinho adquirido como marca do café, já vieram com a marca Tesouro, porém naquela época escrita com TH - THESOURO. Voltando a Botucatu, deu início ao novo ramo de atividade, tendo seu estabelecimento a Rua Amando de Barros, n° 965, onde mais tarde instalou a casa de colocação de vidros “Vidroplano” que foi administrada por muito tempo por Carlos Mores. A industria iniciada por João Spenciere, passou pelas mãos de outros proprietários, até que 22 anos mais tarde, ou mais precisamente em Janeiro de 1948, o Sr. Palleóloge Guimarães a adquiriu do Sr Joaquim Reis, fazendo a girar sob a denominação de P.Guimarães, mas sempre com a marca TESOURO. O negócio prosperou e em 16 de Abril de 1961, o Sr. Palleóloge Guimarães, modificou a estrutura da firma, fazendo sociedade com seus filhos, passando a indústria a girar sob a denominação de P. Guimarães & Filhos Ltda. Em Março de 1967 faleceu o Sr. Palleóloge Guimarães, passando a firma a girar com a denominação de CAFÉ TESOURO LTDA, sendo seus proprietários e diretores os Srs. Augusto Guimarães, Celso Marques Guimarães e Paulo Guimarães. Essa tradicional empresa que conta várias décadas de atividades em Botucatu, mantém um dos mais modernos sistemas de industrialização do café torrado e ou moído e que é empacotado sem o menor contato manual, e por essa razão já ultrapassou as fronteiras de nosso município, e continuando a expandir atende as seguintes localidades: Areiópolis, Anhembi, Avaré, Anhumas, Barra Bonita, Botucatu, Bofete, Conchas, Cesário Lange, Itatinga, Igaraçu do Tiête, Juquiratiba, Laranjal Paulista, Lençóis Paulista, Macatuba, Maristela, Pereiras, Pratânea, Pederneiras, Pirambóia, Porangaba, Pardinho, São Manuel, Torre Pedra, Guareí. Com o crescimento da indústria, foi necessário adquirir novos equipamentos, e de tecnologia moderna a fim de atender a demanda que aumentava a cada dia, e dar continuidade da boa qualidade do produto. Nesta época, entre 1970 e 1975, a indústria estava instalada à Rua Curuzu, 483, no centro da cidade, que também prosperava muito, e aí começaram ocorrer alguns problemas, pois estávamos instalados no centro da cidade, e a fumaça e o barulho estavam incomodando a população. A partir daí a diretoria da empresa começou a procurar local para se construir uma nova indústria, com as instalações apropriadas. A prefeitura local na época determinou que da Vila Paulista até a Rod.Mal. Rondom passaria a ser área industrial do município, consequentemente foi adquirido o terreno para a construção da indústria nessa área. E assim feito, no início de 1975, inaugurou-se as novas instalações, à Rua Palleóloge Guimarães n° 931, Vila Paulista, com os mais modernos equipamentos de torração e moagem de café da época. A industria continuou a prosperar, pois sempre manteve seu padrão de qualidade, que faz com que seu crescimento gradativamente venha a aumentar, e a superar as crises econômicas que nosso país vem passando, os problemas de intempéries causando danos à produção nas lavouras de café crú, e outros problemas, mas houve um problema que não conseguiu superar, que foi a perda de um de seus sócios, Sr. Paulo Guimarães, que veio a falecer, vítima de acidente automobilistico, na Rod. Mal.Rondon, em 29 de Abril de 1985. Assumindo assim seu único filho Sr. Pedro Paulo Pires de Campos Guimarães. Esse novo integrante da sociedade, deixou sua profissão, a de médico veterinário, para se dedicar ao negócio café, e fez cursos para degustação e classificação, se especializando assim em compras de café crú, a matéria prima da indústria, criou e organizou laboratório para provas de café crú, e vem até nossos dias realizando compras e mantendo o padrão de qualidade do produto. A empresa funciona em uma área construída de aproximadamente de 2000m², incluindo escritório de administração e área de lazer para seus funcionários.

Endereço da Café Tesouro

Local

Rua Palleologe Guimarães, 931 - VilaPaulista (Esquina com a Avenida Deputado Dante Delmanto) - CEP 18608-520 - Botucatu/SP

Abrir mapa

Aceita reservas

Compartilhe