17

Locais
explorados

Locais na sua cidade

 
por Wilker Pedriel Carvalho

0 0

Parque Nacional das Emas

Patrimônio natural

O parque Nacional das Emas é uma das poucas Unidades de Conservação que apresentam as diversas formas de cerrado dentro do Estado de Goiás, como os campos limpos, campos sujos, veredas e matas ciliares. Além de paisagem característica, a observação de animais típicos do cerrado como tamanduá-bandeira, cachorro-do-mato, ema, anta, veados e outros, são algumas das atrações para os visitantes. O Parque preserva rios de importantes bacias hidrográficas do Brasil, tais como os rios Taquari e o Araguaia, além do rio Formoso e o rio Jacuba. Durante o passeio, é interessante descer do carro e andar a pé para observar os bichos de grande ou pequeno portes, os cupinzeiros espalhados por todo o parque, bem como inúmeras espécies de flores. O Parque Nacional das Emas está situado em um dos extremos da Serra dos Caiapós e apresenta uma topografia plana com predominância de chapadões. A parte mais elevada chega a ter cerca de 800 metros de altitude. A temperatura média é de 22 graus, comum no clima tropical quente sub-úmido. PRINCIPAIS ATRATIVOS: O Parque possui 354 km de trilhas, sendo algumas auto-guiadas e outras com acesso apenas com a presença de guias credenciados. Além disso, o PNE também oferece, com o apoio de terceiros, as seguintes atividades eco-turísticas: Passeio de bote Com duração de aproximadamente 2 horas, o passeio pode ser feito com ou sem flutuação com equipamento de mergulho. O visitante vai descendo de bote e pode mergulhar em pontos onde o instrutor do bote orientar. Boia Cross Com duração de aproximadamente 40 minutos, o passeio é feito em um trecho do rio Formoso com maior intensidade de corredeiras. Ciclismo Pode ser feito com a própria bicicleta, ou alugar uma disponíveis nos portões do Bandeira e Jacuba. Passeio no Carro Safári Com duração de até 8 horas e capacidade máxima para 20 pessoas, o carro safári é um passeio completo pelo Parque. Sempre que o carro safári for locado, haverá um guia acompanhando. QUANDO IR: O período de seca no Parque das Emas se estende de junho até setembro. Entre dezembro e março, as chuvas são mais freqüentes. A partir de setembro é comum a existência de raios, muitas vezes causadores de incêndios, que às vezes dissipam-se com a própria chuva. Para evitar que esse fenômeno natural que integra o ciclo do cerrado adquira proporções catastróficas, o parque é subdividido em várias áreas de acordo com as faixas de vegetação, cada uma com largura que varia de 25 a 100 metros. Nessas faixas são previamente feitas queimadas, chamadas de aceiros, que previnem os incêndios de grandes proporções.

Ver detalhes

0 0

explorado por

Paula Darelli Leão

Pároquia São Bento

Arquitetura religiosa Ver detalhes

Últimos locais descobertos

0 0

explorado por

Wilker Pedriel Carvalho

Parque Nacional das Emas

Patrimônio naturalVer detalhes

0 0

explorado por

Wilker Pedriel Carvalho

Praça José Pereira dos Santos

PraçaVer detalhes

0 0

explorado por

Wilker Pedriel Carvalho

Chapada da Lua - Pinga Fogo

MontanhismoVer detalhes

0 0

explorado por

Wilker Pedriel Carvalho

Pesque e Pague Recanto das Perdizes

Pesca esportivaVer detalhes

0 0

explorado por

Wilker Pedriel Carvalho

Famp Faculdade

Universidade - FaculdadeVer detalhes

0 0

explorado por

Wilker Pedriel Carvalho

Centro de Treinamento Santo Agostinho

ConvençõesVer detalhes

0 0

explorado por

Wilker Pedriel Carvalho

Centro Cultural Santo Agostinho

Centro de culturaVer detalhes

Salvamos dados da sua visita para melhorar e personalizar sua experiência aqui na Solutudo. Ao continuar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.